Goodreads

Destaques

1 Os Tambores de Outono | Opinião

Wook.pt - Outlander N.º 4
Os Tambores de Outono tem início na Escócia, num ancestral círculo de pedras de Craig na Dun. Ali, uma porta abre-se para um grupo restrito, podendo levá-los para o passado - ou para a sepultura. Claire Randall sobreviveu à passagem, não uma mas duas vezes. A sua primeira viagem no tempo levou-a para os braços de Jamie Fraser, um bravo guerreiro escocês do século xviii que tinha por ela um amor que se tornou lenda - um conto trágico de paixão que teve o seu fim quando Claire voltou ao presente carregando no ventre uma filha dele. A sua segunda viagem, duas décadas depois, voltou a uni-los na América colonial. Mas Claire deixou alguém para trás no século xx… a sua filha Brianna. 

Agora Brianna faz uma perturbadora descoberta que volta a levá-la para o círculo de pedras e para um aterrador salto para o desconhecido. Na busca da mãe e do pai que nunca conheceu, arrisca o seu próprio futuro ao tentar mudar a história… para salvar as suas vidas. Mas quando Brianna mergulha no desconhecido, um encontro inesperado pode amarrá-la para sempre no passado… ou levá-la para o lugar onde deveria estar, onde pertence o seu coração…


Autor: Diana Gabaldon
Editor: Casa das Letras (Julho, 2016)
Género: Romance > Ficção Histórica > Literatura Fantástica
Páginas: 1032
Original: Drums of Autumn (1996)

opinião
★★★✩✩
Em comparação com os outros livros desta série, Os Tambores de Outono deixou-me desiludida:
- o ritmo não é igual ao que Diana Gabaldon nos habituou; o desenvolvimento relativamente lento do enredo torna algumas partes do livro enfadonhas, o que pode ser problemático num livro deste tamanho. A história arrasta-se sem que percebamos realmente o rumo da mesma, especialmente em relação a Jamie e Claire que, durante grande parte do livro, estão limitados a relatos do quotidiano e episódios aleatórios.
- o desenvolvimento das personagens é mínimo e o pouco que acontece não me pareceu sequer positivo. As personagens parecem até perdias delas próprias, com atitudes pouco inteligentes ou ponderadas, imaturas e algo superficiais. Isto é ainda mais exasperante se recordarmos que Jamie e Claire estão agora na meia idade e já viveram o suficiente para saber lidar com as coisas de outra forma. Além disso - e espero mesmo que isto venha a mudar - não simpatizei minimamente com Roger e passei grande parte dos capítulos em que se desenvolve o seu ponto de vista francamente desinteressada.

Mas o que me aborreceu mesmo e acho que esse factor me tornou mesquinha em relação a este livro, intolerante em relação aos seus outros 'problemas', é a reciclagem que Gabaldon faz das histórias, reutilizando os mesmos elementos para criar episódios semelhantes mas com outras personagens.

Posto isto, gosto muito desta série e tenho esperança que, com os interessantes desenvolvimentos históricos que se avizinham, o próximo livro seja bem melhor que este. Gosto muito da escrita de Gabaldon, nesta edição severamente magoada pela tradução, cheia de erros e péssimas construções de frases; gosto muito dos pormenores que a escritora vai incluindo ao longo dos livros, adoro todo o conceito do enredo e gostei de ter acesso a diferentes pontos de vista.
Os Tambores de Outono não é o meu preferido da série, só isso.


✏ Série Outlander:
6 - A Breath of Snow and Ashes;
7 - An Echo in the Bone;
8 - Written in My Own Heart's Blood;
9 - *Título não definido*


Um comentário:

  1. Eu apaixonei-me pelo Roger no livro 5. Ele vai sofrer uma transformação brutal. E vais descobrir porque tanta gente lhe chama "poor Roger". :(

    ResponderExcluir