Goodreads

Destaques

0 Assim Nasceu Portugal - Volume III {Livros Junho}

Assim Nasceu Portugal - Volume I
Por Amor a uma Mulher
Na Páscoa de 1126, em Viseu, o príncipe Afonso Henriques conhece Chamoa Gomes, uma bela rapariga galega por quem se apaixona perdidamente. Contudo, sua mãe, D. Teresa, regente do Condado Portucalense, proibirá o casamento, pois Fernão Peres de Trava, seu amante, não admite o enlace com a sua sobrinha Chamoa.

A fúria de Afonso Henriques é imensa. Zangado com a mãe, arma-se a si próprio cavaleiro, na Catedral de Zamora; recusa prestar vassalagem ao novo rei de Leão, de Castela e da Galiza, o seu primo Afonso VII; e começa a liderar os portucalenses de Entre Douro e Minho, que vivem revoltados com a influência do Trava e as decisões de Dona Teresa. Cresce a convulsão no Condado Portucalense, todos são arrastados por ela e envolvem-se num conflito sangrento, que terminará com a inevitável Batalha de São Mamede, em Guimarães.

Em Coimbra, a moira Zulmira e suas filhas Fátima e Zaida, prisioneiras de D. Teresa, agitam-se com a notícia de que um guerreiro sarraceno as virá resgatar, enquanto um assassino implacável as tenta matar, a mando do califa almorávida de Marraquexe, que teme que aquelas três mulheres possibilitem a ressurreição do antigo califado de Córdova.


Autor: Domingos Amaral
Editor: Casa das Letras (Maio, 2015)
Género: Romance
Páginas: 424


Assim Nasceu Portugal - Volume II
A Vitória do Imperador
Em Guimarães, depois de se reconciliar com Afonso Henriques, uma aterrada Chamoa Gomes descobre que está grávida de outro homem, o que enfurece o príncipe de Portugal, que a expulsa do castelo.

A atribulada paixão entre ambos vai viver uma nova provação, dolorosa e duradoura, mas nunca se extinguirá ao longo de mais de uma década onde as guerras são permanentes em duas frentes.

Na fronteira sul do Condado Portucalense, enquanto os templários procuram a sagrada relíquia da Terra Santa, os muçulmanos vão lançar violentos ataques e os cristãos vão recusar a proposta pacificadora da princesa Zaida, que deseja casar-se com Afonso Henriques para unir a Andaluzia ao novo reino de Portugal.
Numa convulsão sangrenta, Leiria e Tomar são destruídas pelo emir de Córdova, o príncipe Ismar, e a guerra contra este atingirá o seu auge na famosa batalha de Ourique, onde um milagre divino abençoa os portucalenses, que aclamam Afonso Henriques como o seu rei.

Entretanto, e na fronteira norte, acima do rio Minho, há muito que prossegue a bélica e vingativa campanha do nobre galego Fernão Peres de Trava, repleta de tortuosos estratagemas e combates intensos, travados em Celmes, Tui e Cerneja e liderados pelo próprio rei de Leão e Castela, Afonso VII. O poderoso e sagaz primo direito de Afonso Henriques, além de se coroar imperador da Hispânia, tudo faz para derrotar o príncipe de Portugal, incluindo tentar seduzir a bela Chamoa...


Autor: Domingos Amaral
Editor: Casa das Letras (Março, 2016)
Género: Romance
Páginas: 424



Assim Nasceu Portugal - Volume III
Os Conquistadores de Lisboa
Wook.pt - Assim Nasceu Portugal - Volume 3Incapaz de vencer Afonso Henriques nos campos de batalha, o seu primo direito e imperador da Hispânia, Afonso VII, lança contra ele uma intriga infame. Nascido com deficiências nas pernas e aleijadinho, Afonso Henriques teria sido trocado à nascença por outro menino. Assim, o verdadeiro filho do conde Henrique e de Dona Teresa não é o usurpador que usa o seu nome, mas talvez um dos filhos de Egas Moniz, que terá inventado um milagre de Nossa Senhora para encobrir a sinistra troca das crianças. A primeira a conhecer esta tenebrosa malícia é Chamoa Gomes, eterna paixão de Afonso Henriques, que por amor começa a investigar a história, ao mesmo tempo que Egas Moniz e outros notáveis portucalenses a tentam afastar da corte, pois não querem que ela seja a primeira rainha de Portugal.

Ao longo de sete anos, Chamoa Gomes e Lourenço Viegas, o filho mais velho de Egas Moniz e narrador da história, vão tentar descobrir o que passou trinta e tal anos antes, aquando do nascimento de Afonso Henriques e também no dia da morte de seu pai, o conde Henrique. Enquanto o mistério se adensa, o reino de Portugal cresce no norte e no sul, em lutas permanentes contra os leoneses de Afonso VII e os muçulmanos da Andaluzia. Apesar de falhada uma primeira tentativa de tomar Lisboa aos mouros, Afonso Henriques é reconhecido rei em Zamora, casa com Mafalda de Sabóia e conquista ainda a cidade de Santarém. Mas é só durante o segundo cerco a Lisboa, durante o qual os portucalenses contam com a fundamental ajuda dos cruzados vindos do Norte da Europa, que a vil intriga de Compostela se virá a esclarecer.


Autor: Domingos Amaral
Editor: Casa das Letras (Junho, 2017)
Género: Romance

Páginas: 464


Sobre o autor...
Domingos Freitas do Amaral é director da revista GQ, e cronista dos jornaisCorreio da Manhã e Record. Formado em economia, e com Mestrado em Relações Internacionais na Universidade de Columbia em Nova Iorque, iniciou a sua carreira jornalística n’O Independente, tendo depois sido director da revistaMaxmen. Como cronista, escreveu para o Diário de Notícias, Grande Reportageme Diário Económico. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário