Goodreads

Destaques

0 Confia em Mim | Opinião


Wook.pt - Confia em MimAs irmãs Dulcie e May têm uma vida perfeitamente normal em Inglaterra… até ao dia em que o pai, por acidente, mata a mãe. Quando ele é condenado a uma pena por homicídio involuntário, as duas meninas ficam sozinhas no mundo. É no orfanato que as irmãs percebem o verdadeiro significado da palavra crueldade. Mas a promessa de uma "vida melhor" na Austrália enche-lhes o coração de esperança… Infelizmente, a realidade reserva-lhes mais um duro golpe. Será apenas muito mais tarde, ao conhecer o jovem Ross, também um "sobrevivente" dos orfanatos, que Dulcie tem um vislumbre da felicidade. Mas após uma vida a ouvir tantas promessas vãs, terá ela a força de espírito para confiar em alguém a ponto de lhe entregar o seu coração? E conseguirá ainda salvar May das garras de um destino trágico?

Baseado em factos reais, Confia em Mim podia ser a história de milhares de crianças vulneráveis, arrancadas aos seus lares e aos entes queridos em meados do século passado. Com a ternura a que já nos habituou, Lesley Pearse retrata a chocante realidade da migração infantil, bem como as marcas duradouras que deixa nas suas vítimas


Autor: Lesley Pearse  
Editor: Edições Asa (Setembro, 2016) 
Género: Romance > Romance Histórico
Páginas: 752
Original: Trust Me (2001) 


opinião
★★★★
My rating: 4 of 5 stars

Construída com grande habilidade, a história de Confia em Mim é muito comovente, especialmente porque reflete a triste realidade imposta a imensas crianças na segunda metade do século XX, 'despachadas' de orfanatos britânicos para a Austrália onde viriam a sofrer exatamente nas mãos daqueles que as deviam proteger.

Irmãs, mas de personalidades muito diferentes, Dulcie e May são arrancadas de uma vida relativamente feliz, apesar da mãe negligente, e em pouco tempo perdem tudo e todos os que estimavam. São enviadas para um orfanato onde sofrem bastante devido à rigidez das regras impostas pelas freiras e, mais tarde, para a Austrália. São as diferenças nos seus carácteres que acabam por conduzir Dulcie por uma via e May por uma outra bem diferente.

Além de comovente, como disse, esta história é também angustiante se pensarmos nas vidas que ficaram realmente marcadas pelos horrores sofridos na infância, pelos traumas que impediriam estas pessoas de desenvolver relações saudáveis na sua vida adulta, vivendo diariamente com a culpa e a vergonha. Lesley fez um excelente trabalho na sua tentativa de retratar estas pessoas, sendo especialmente bem-sucedida na construção de personagens que facilmente viríamos a odiar se olhássemos para elas apenas de modo superficial. Por vezes egoístas, insensíveis ou intransigentes, estas personagens vivem presas na sua dor e usam-na, infelizmente, para se autodestruírem ou para magoar aqueles que estão mais perto.





Uma das escritoras preferidas do público português, Lesley Pearse é autora de uma vasta obra já traduzida para mais de trinta línguas, tendo vendido cerca de três milhões de exemplares. A própria vida da escritora é uma grande fonte de material para os seus romances, quer esteja a escrever sobre a dor do primeiro amor, crianças indesejadas e maltratadas, adopção, rejeição, pobreza ou vingança, uma vez que conheceu tudo isto em primeira mão. Ela é uma lutadora, e a estabilidade e sucesso que atingiu na sua vida deve-os à escrita. Com o apoio da editora Penguin, criou o Women of Courage Award para distinguir mulheres comuns dotadas de uma coragem extraordinária. Para além de Segue o Coração. Nunca Olhes para Trás, na ASA estão já publicados com grande sucesso os seus romances Nunca Me Esqueças e Procuro-te.



Nenhum comentário:

Postar um comentário