Goodreads

Destaques

0 Pequenos Vigaristas | Opinião


Wook.pt - Pequenos VigaristasUma jovem astuta tenta sobreviver num universo marginal, mas sobretudo inofensivo. Numa manhã chuvosa de abril, está a ler auras em Palmas Espirituais quando chega Susan Burke.

Excelente observadora do comportamento humano, a nossa narradora faz imediatamente o diagnóstico: uma mulher rica e infeliz, ansiosa por um pouco de drama e emoção. Mas quando vai visitar a estranha casa vitoriana onde Susan vive, e que é a causa do seu terror e angústia, percebe que talvez já não seja preciso fingir que acredita em fantasmas…

Miles, o enteado de Susan, também não ajuda. Não tarda a que os três se debatam para descobrir onde reside efetivamente o mal, e se existe alguma possibilidade de fuga.


Autor: Gillian Flynn  
Editor: Bertrand Editora (Junho, 2016) 
Género: Thriller
Páginas: 80
Original: The Grownup (2014) 



Opinião
★★★★✩
Pequenos Vigaristas começa de forma bem curiosa e torna-se cada vez mais interessante (e enervante!), terminando, no entanto, de um modo que pode deixar alguns leitores insatisfeitos, especialmente aqueles que apreciam finais concretos e gostam de ver todas as questões respondidas.

Como sou mais do tipo de leitora que, se um livro me proporciona uma excelente viagem, seja porque me divirta, comova ou impressione, não ligo assim tanto ao final e acabei por gostar bastante deste livro

Uma leitura breve, com menos de 100 páginas, Pequenos Vigaristas apresenta-nos uma jovem que 'subiu' na carreira, passando para o ramo das consultas psíquicas. Sendo uma excelente observadora do comportamento humano, acaba por se sair relativamente bem como intrujona, pelo menos até receber Susan, a madrasta de um adolescente muito perturbado. Algumas visitas à casa dos Burke deixam a nossa protagonista assustada com o jovem Miles, com o perigo que este pode representar para a família... e também para si própria. 

Quem está familiarizado com Gillian Flynn rapidamente reconhece na narradora a voz crua e sem floreados que faz já parte do estilo da autora. Além de desenvolver um excelente mistério e de levar a cabo uma impressionante caracterização das personagens (especialmente se tivermos em conta o tamanho do livro), Flynn incluiu o sobrenatural que acaba por funcionar muito bem, deixando-nos confusos mas também muito curiosos!




"The Grownup is accomplished storytelling, an impressive teaser to keep fans engaged while they await her next full-length outing." - The Independent


Gillian Flynn é autora de Dark Places, best-seller do New York Times que foi eleito melhor livro de 2009 pela Publishers Weekly, foi um dos favoritos dos críticos da New Yorker, a primeira escolha do Chicago Tribune na área da ficção e o livro de escolha para o verão da Weekend Today. É também autora de Sharp Objects, vencedor do Dagger Award e nomeado para o Edgar Award de romance de estreia, escolha da BookSense e da seleção de Descobertas da cadeia de livrarias Barnes & Noble. A autora está publicada em vinte e oito países. Vive em Chicago com o marido e o filho.



Nenhum comentário:

Postar um comentário