Goodreads

Destaques

0 Tudo o Que Ficou Para Trás + Opinião


  Aos vinte e cinco anos, a Princesa Adrianne tem uma vida que a maioria das pessoas invejaria. Mas a sua postura de menina linda, elegante, rica e mimada é um artifício, um esforço cuidadosamente calculado para esconder uma perigosa verdade e um trágico passado.
  Há uma década que Adrianne vive com desejo de vingança. Durante a infância apenas pôde assistir à crueldade escondida atrás da fachada do casamento de conto de fadas dos pais. Agora tem o plano perfeito para fazer o seu pai pagar a crueldade que cometeu: irá apoderar-se de O Sol e A Lua, um lendário colar de valor inestimável. Contudo, conhece um homem que parece adivinhar todos os seus segredos.
  Inteligente, encantador e enigmático, Philip Chamberlain tem os seus próprios motivos para se aproximar de Adrianne. E só demasiado tarde ela se aperceberá do perigo… quando se vê obrigada a enfrentar dois homens extraordinários: um com o conhecimento para lhe roubar a liberdade, o outro com o poder para lhe roubar a vida.

Autor: Nora Roberts
Editor: Edições Chá das Cinco (Outubro, 2014)
Género: Romance
Páginas: 352
Original: Sweet Revenge (1987) [Goodreads]

opinião
★   
  Estive muito perto de não comprar este livro porque pensei 'mais de 50 livros depois, o que é que esta escritora ainda poderá ter para me oferecer?!...Bastante, ao que parece.

  'Tudo o que Ficou para Trás' foge um bocadinho ao que é habitual em Nora Roberts; não só aborda o Islão, algo que eu nunca vi a autora discutir ou desenvolver noutro livro como a escrita é ligeiramente diferente, menos trabalhada, mais poupada em descrição e caracterização

  A estrela de cinema Phoebe deixa tudo para trás ao casar com o rei de Jaquir, Abdu, sem imaginar que um dia o amor dele se transformaria em ódio, carinho em violência e atenção em desprezo. Aprisionada num país onde a religião é usada para controlar a mulher em todos os aspectos, Phoebe escolhe viver em constante entorpecimento, recorrendo ao álcool e a comprimidos e só quando a crueldade de Abdu ameaça directamente a filha de ambos, Adrianne, Phoebe decide fugir para a América.

  Desprezada pelo pai e espectadora constante do sofrimento da mãe, Adrianne promete vingar-se roubando a jóia mais preciosa de Jaquir... e pelo caminho encontra um ladrão à sua altura!

  Interessei-me mais pela primeira parte deste livro já que na segunda metade o enredo se tenha tornado muito previsível. Roberts manteve uma abordagem superficial, revoltando-nos ainda assim com o sofrimento que Abdu impõe a Phoebe e o seu descomprometimento e desinteresse para com a própria filha. Em compensação, a relação de Philip com a sua mãe é muito ternurenta e a interacção entre ambos compõe algumas das minhas cenas preferidas no livro.   




Nenhum comentário:

Postar um comentário