Goodreads

Destaques

0 Os Pecados de Lord Easterbrook (Rothwell Brothers #4) + Opinião

Os Pecados de Lord EasterbrookChristian é excêntrico, enigmático, o mais famoso recluso da aristocracia inglesa. Vive isolado, não tem amigos e o seu coração nunca foi tomado por ninguém… com excepção de Leona, uma mulher determinada, exótica, belíssima. Mas isso aconteceu em Macau, naquela que parece ter sido uma outra vida. As notícias da chegada de Leona a Londres deixam-no aturdido. Christian decide então que nada o impedirá de finalmente a possuir. Não podia saber que entre as famílias de ambos pulsam segredos impossíveis de ignorar… e que o grande amor da sua vida acalenta um mortal desejo de vingança! Uma viagem no tempo até uma era marcada por escândalos, intriga e desejos secretos, no novo e sensual romance de Madeline Hunter: a história de um homem capaz de arriscar tudo pela mulher que ama - até a revelação do seu mais secreto pecado.


comprarEditorEdições ASA (2010)
Páginas: 304
Original: The Sins of Lord Easterbrook (2009)





Opinião:


My rating: 2 of 5 stars

'Ninguém quer saber do comércio de ópio. Querem o seu chá e não se preocupam com quantos chineses morrem por ele.'

Leona chega de Macau para investigar a existência de um grupo de contrabandistas formado por homens de alto nível de Inglaterra, consequentemente responsáveis pela ruína do seu pai. De imediato, Leona desperta um perigoso e negativo interesse sobre a sua pessoa e os seus movimentos... Atraindo inclusivamente a atenção do suspeito, esquisito, excêntrico, influente, implacável e arrogante Christian Easterbrook.

Foi o tema do tráfico ilegal de ópio no século XIX que me despertou o interesse em 'Os Pecados de Lord Easterbrook'…quanto ao romance entre Leona e Christian: nem por isso! Apesar da regularidade dos episódios sensuais e do esforço da autora para nos mostrar o outro lado de Easterbrook, reservado à família e a Leona, não foi uma relação cujo desenvolvimento me despertasse o interesse, especialmente porque não gostei da maneira dele agir e não gostei da frequência com que ela simplesmente cedia.

Gostei do final do livro; da ação que este trouxe à narrativa, de rever os protagonistas dos livros anteriores e saber mais sobre o desenvolvimento das suas histórias.

… Resumindo de forma bastante bruta: já li melhor! Aliás, já li melhor da própria autora e é por isso que me fico pelas duas estrelas neste livro. Quanto à série em geral, posso dizer que gostei bastante do primeiro livro mas do segundo nem por isso, houve uma ligeira melhoria no terceiro mas este último voltou a desapontar-me. Por causa destes altos e baixos todos, não é uma série que me vá despertar nostalgia quando passar por ela na prateleira.

'Fazer a coisa certa muitas vezes resultava em viver para sempre a coisa errada.'




Nenhum comentário:

Postar um comentário