Goodreads

Destaques

2 Cartas da Nossa Paixão + Opinião

Um romance belo e sofrido que prova que as histórias de amor merecem o milagre de uma segunda oportunidade. 
  Ellie Tucker e Nolan Cook são mais do que amigos. Apesar de terem apenas quinze anos, ele repete-lhe constantemente que ela nunca irá encontrar alguém que a ame tanto. Mas uma tragédia familiar obriga Ellie partir subitamente. 
  Na véspera desse dia triste, ela e Nolan sentam-se sob o velho carvalho do parque onde partilharam tantos momentos felizes e escrevem uma carta um ao outro, que enterram numa caixa de metal enferrujado. Combinam regressar exatamente onze anos depois, e lerem em conjunto as duas cartas. 
  Passaram os anos e os dois nunca mais se encontraram. Ellie tem hoje vinte e seis anos e é mãe solteira, lutando diariamente para sustentar a sua filha. Nolan conseguiu realizar o sonho de se tornar jogador de basquetebol e é uma famosa estrela da NBA. Mas desde o dia em que o pai sucumbiu a um ataque cardíaco, Nolan sofre com a solidão. Afogado num oceano de dor, pensa frequentemente em Ellie, a paixão da adolescência que nunca esqueceu, e na inocência da infância que partilharam. 
  À medida que se aproxima a data, Ellie e Nolan sonham com o reencontro sob o velho carvalho. Mas será que, onze anos depois, ainda há alguma hipótese de serem felizes?

Autor: Karen Kingsbury
Editor: TopSeller (Outubro, 2013)
Género: Romance
Páginas: 320
Original: The Chance (2013)


Opinião...

My rating: 4 of 5 stars

Depois de ler a sinopse de Cartas da Nossa Paixão fiquei imediatamente interessada em lê-lo mas, de tudo o que me deixava adivinhar este resumo, houve um "elemento" que eu não planeava encontrar ou, pelo menos, não com tanto destaque: Deus!… Este é um livro muito religioso, com personagens crentes em Deus e que depositam n'Ele muita fé. Actualmente, esta «componente» é rara na literatura, pelo menos fora dos livros de desenvolvimento pessoal/espiritual ou thrillers de conspiração…Contudo, embora me tenha parecido uma "participação" um bocadinho exagerada, esta não me incomodou de todo pela sua ausência nos livros que tenho lido.

O livro começa de forma bastante emotiva e acabei por criar logo imensa expectativa em relação às possibilidades que o futuro reservava para Nolan e Ellie assim que se separam - ele sonhava ser jogador da NBA e ela uma romancista de sucesso. Adorei a ternura da relação entre ambos, enquanto jovens, e a convicção de Nolan de que estavam destinados um ao outro. Ellie fica marcada para toda a vida pela ausência da mãe, que julga tê-la abandonado, e pela falta de confiança e inflexibilidade do pai o que acaba por se reflectir em escolhas apressadas e respectivas consequências.

Cartas da Nossa Paixão traz-nos uma história sobre mudanças profundas, em como há sempre esperança para melhorar e crescer, em como podemos procurar redenção e encontrar perdão. As personagens agem como instrumentos de Deus, recorrendo a Ele para instrução e agindo de acordo com o que Ele esperaria. Pessoas magoadas procuram magoar outras e isso acaba muitas vezes por sabotar a própria felicidade…

Karen Kingsbury escreve de forma comovente e inspiradora, ajudando-nos a colocar as coisas na perspectiva correcta, independentemente da religião, despertando o nosso lado contemplativo. A autora mostra-nos os vários níveis da fé: temos Ellie cujas tristes circunstâncias da vida levaram a descrer em Deus, temos a doce e inocente crença de Kinzie, a fé inabalável, convicta e até fervorosa de Nolan e Caroline e a convicção fanática e ultra-conservadora de Alan que usa Deus para condenar comportamentos alheios.

O final tem um desenvolvimento demorado mas gostei de ver estas personagens a reencontrarem a felicidade ao lado umas das outras; assumindo culpas e concedendo/recebendo o tão desejado perdão.


Sobre a autora...
  Karen Kingsbury, autora bestseller do New York Times e do USA Today, é uma das escritoras preferidas do público americano.
  Com mais de 50 romances escritos, e vencedora de inúmeros de prémios, já vendeu mais de 20 milhões de exemplares, atingindo consecutivamente o n.º 1 de vendas dos tops americanos.
  A sua escrita, caracterizada como comovente e inspiradora, vale-lhe regularmente convites das grandes estações de televisão americanas, aparecendo em programas como Today Show, Fox News, USA Today, entre tantos outros.
  Enquanto oradora, Karen participa regularmente em eventos, falando com mais de 100 000 mulheres todos os anos.
 



Também de Karen Kingsbury:

2 comentários: