Goodreads

Destaques

0 Indiscrição + Opinião

Harry e Madeleine Winslow parecem ter sido abençoados na vida: têm talento, charme e dinheiro. Harry é um autor premiado e com uma carreira promissora. Madeleine é uma mulher de beleza sublime e graça cuja bondade e serenidade desmentem a educação privilegiada e vivência no luxo. Ligados por profunda devoção, partilham um amor que provoca inveja.
Num fim-de-semana, num princípio de Verão passado na praia, Harry e Maddy, que estão na casa dos quarenta, conhecem Claire uma jovem aparentemente inocente, inteligente e que desperta com sua a juventude cativante e ingenuidade desarmante uma admiração no casal. Atraída pelo inegável magnetismo dos Winslow, Claire entra na vida no casal. Mas, ao longo do Verão, a amizade e reverência transformam-se em desejo perigoso. O que irá abalar e poderá destruir o mundo dos Winslow.
Uma história de amor, luxúria, engano e traição contada através da perspectiva de Walter, amigo de infância e apaixonado em segredo por Maddy.
Indiscrição é um romance pensado, cheio de fascinantes factos da vida, um irresistível e sensual page-turner, que explora o desejo de ter tudo, e as consequências de querer mais, com um equilíbrio subtil de sexo e muito intimista.

Autor: Charles Dubow
Editor: Planeta (Junho, 2013)
Género: Romance
Páginas: 280
Original: Indiscretion (2012)

Opinião
My rating: 4 of 5 stars

O que mais me impressiona em Indiscrição é a magnitude que o autor consegue conferir a uma história comum e já tão explorada; o típico triângulo amoroso carregado de desejo e traição. Isso é possível graças ao nível de envolvimento que Charles Dubow consegue extrair do seu leitor. Ao evocar a minha simpatia por cada um dos personagens e ao transmitir e descrever tão bem o que cada um estava a sentir, Dubow carregou a sua belíssima narrativa com emoção, cheia de dilemas existenciais e reflexões filosóficas.

Vivemos Indiscrição através das percepções e memórias de Walter. Como amigo próximo do casal Maddy e Harry, Walter testemunha de perto a felicidade de ambos - abastados, elegantes e dedicados à família e aos amigos, aparentemente Maddy e Harry têm tudo… mas já todos ouvimos falar da eterna insatisfação humana e curiosidade auto-destrutiva, culpadas de nos meterem muitas vezes em apuros; em como teimamos em não dar valor ao que temos até o perdermos.

Quando a jovem e ambiciosa Claire chega à vida de Harry é como uma lufada de ar fesco, uma curiosa imperfeição quando comparada com a sua esposa tão dedicada e aparentemente perfeita. Mas depois de tomada a decisão que irá mudar a vida de todos os que o rodeiam, Harry tem que viver com uma consciência doente… e depois de descoberta a acção, Harry tem que viver com as consequências.

No meio do amor entre Maddy e Harry, a paixão entre Harry e Claire para mim destaca-se o carinho e dedicação de Walter por Maddy. Como ele a conhece bem e como procura ser justo com todos os envolvidos apesar da sua lealdade para com Maddy. Mesmo sabendo de que lado Walter está, ele permite ao leitor compreender as motivações dos outros personagens. No fim de contas, é Walter quem cumpre os votos matrimoniais, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença…e na tragédia.

As falhas de carácter dos personagens e a interacção entre pessoas de classes sociais distintas tornam Indiscrição um livro intrigante. A forma como as estações do ano se associam às fases da história cria uma atmosfera especial de antecipação e consequência.

No meio deste drama familiar, os envolvidos perdem-se de quem são e perdem-se uns dos outros. Maddy luta para aceitar algo que lhe foi imposto, sendo obrigada a enfrentar conflitos internos, a colocar tudo em perspectiva e a descobrir o que é realmente importante na sua vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário