Goodreads

Destaques

0 A Rapariga de Olhos Azuis + Opinião

Anya Keating adora seu trabalho como assistente de Macdara Fitzgerald, dono da deslumbrante propriedade Lismore e dos seus cavalos de corrida. Macdara é um patrão indulgente e generoso e Anya tem muito carinho por ele. Mas quando Macdara a pede precipitadamente em casamento, a amizade de ambos - e a posição dela - fica ameaçada, e Anya sente-se dividida entre a sua lealdade para com Macdara e os seus sentimentos pelo neto dele, Fergal, o belo treinador de cavalos. Eis que aparece Orla Fitzgerald, neta distante de Macdara. Orla pode ter deixado Lismore em criança, mas voltou uma mulher sofisticada e bonita. Tão bonita, de facto, que a maioria dos homens ficam encantados por ela - e Anya vê com crescente apreensão enquanto Orla tecer a sua magia em redor de Fergal. No entanto, Orla pode não ser a rapariga de olhos azuis que os outros julgam. Há mistérios sombrios na vida da propriedade. O passado de Orla contém uma tragédia, e ela está determinada a reivindicar o seu direito de primogenitura, independentemente de quem se atravessar no seu caminho.

Autor: Tara Moore
Editor: ASA (4 de Junho, 2013)
Género: Romance
Páginas: 392
Original: Blue-Eyed Girl (2012)


Opinião:
Adorei Solstício de Verão, adorei este A Rapariga de Olhos Azuis e aguardo ansiosamente por mais!

Tara Moore sabe definitivamente como nos entreter nos seus livros, conduzindo de forma genial um enredo que tem tanto de complexo como de divertido...Sempre que começava a achar que estava a perceber tudo, Tara mostrava-me que ainda não sabia nem metade!

A forma como a autora tenta encaminhar o leitor bem para o centro de um jogo cheio de intriga e falsidade já me tinha cativado no livro anterior e, apesar de possuir vários núcleos de mistério, a leitura não se torna confusa nem cansativa.

O factor coincidência é completamente eliminado e toda a turbulência é consequência das acções das personagens, seja esta premeditada ou não. Personagens estes que vão desde uma freira altruísta até uma toxicodepedente sem escrúpulos, passando por uma assistente adorável e um veterinário misógino....Moore conseguiu levar-me a desenvolver pelos seus personagens empatias e antipatias igualmente intensas!

Gostei mesmo desta leitura, que considero muito intrigante e irreverente, e senti-me realmente agitada quando as coisas pareciam estar a dar para o torto...

Outros Livros de Tara Moore...

Nenhum comentário:

Postar um comentário