Goodreads

Destaques

0 Refúgio

Jo Ellen lidou com o desaparecimento misterioso da mãe saindo de casa e indo viver longe da ilha e das pessoas que constituíam, até então, toda a sua vida. Isolando-se de tudo o que lhe foi querido. 

Dedicando-se à carreira, Jo tornou-se uma fotógrafa de sucesso, mas quando começa a receber fotografias suas, das quais não tinha o mínimo conhecimento, e se sente perseguida, Jo põe em causa se o afastamento da família terá sido, de facto, o melhor para si...Até que recebe uma fotografia da sua mãe...nua...e morta!

Em busca de auxílio e refúgio, Jo volta para a ilha onde, além dos problemas anteriores, terá que lidar também com uma família magoada e ressentida, cujos membros tentam lidar com o drama do desaparecimento da mãe e as implicações que isso teve nas suas vidas, cada um à sua (errada) maneira. 

Contudo, quando continua a receber fotografias suas e quando duas mulheres aparecem mortas, Jo percebe que o seu refúgio foi invadido.

Os leitores recorrentes de Nora Roberts hão-de aperceber-se que a autora gota de reciclar alguns elementos de outras das suas histórias. Em «Refúgio», temos mais uma jovem bem sucedida na sua carreira mas cuja vida permanece incompleta. Ameaçada e esgotada emocionalmente, temos então mais uma personagem a regressar às suas origens...mais assassínios misteriosos, mais um romance electrizante - enfim, mais do mesmo!

Aprecio imenso o estilo de escrita de Nora Roberts; quando estou a ler um dos seus livros delicio-me com o mesmo na altura; e penso que é uma autora que nunca vou deixar de acompanhar...mas reconheço que recorre demasiado a repetições.

Neste livro gostei especialmente de ver a reaproximação familiar, a interacção dos três irmãos e o modo como se desvendou o mistério central. Gostei...mas não considero nada de especial.


Frases Preferidas:
«Queria abaná-lo até conseguir partir a fechadura que lhe trancara o coração.»
«"Vai à merda. Vai à grandessíssima merda." "Começo a pensar que já lá cheguei. E, até ver, a minha recepção tem sido mais ou menos o que esperava."»
«É melhor estar sozinho do que ficar sozinho.»
«Por um dia mais, por uma hora mais. Por toda a eternidade.»


Sinopse:
«Jo Ellen, fotógrafa de renome, pensava ter fugido à casa chamada Refúgio há muito tempo. Ali passara os seus anos mais tristes, depois do desaparecimento inesperado da mãe. 
Contudo, a casa que encima as praias exóticas de uma ilha ao largo da Geórgia continua a assombrá-la. E agora, mais assustadoras ainda são as fotografias que alguém lhe começa a enviar: primeiros planos sinistros e puros, culminando no retrato mais chocante de todos, o da mãe… nua, bela e morta. Jo terá de regressar à ilha da sua infância e à família que procurou esquecer. Com a ajuda de um homem, descobrirá toda a verdade sobre o seu trágico passado. Mas o seu Refúgio pode revelar-se o local mais perigoso de todos…»


AutorNora Roberts
EditorSaída de Emergência (2010)
Páginas: 400
Original:  Sanctuary (1997)
Cotação: 3!




Nenhum comentário:

Postar um comentário