Goodreads

Destaques

0 Os Céus de Montana




A Minha Opinião:
Nem depois de morto o calhorda do Jack Mercy deixa as pessoas em paz e sossego! Deixando o seu estimado rancho às três filhas, cada uma de mãe diferente e que nunca tiveram a oportunidade de se conhecer antes do funeral do pai, Jack obriga-as a (con)viver todas durante um ano no rancho e apenas findo esse período de tempo poderão ter acesso à herança. 

Filhas de mulheres muito diferentes e criadas em ambientes diferentes, estas três irmãso não têm nada em comum e são praticamente incompatíveis...ao serem obrigadas a viver juntas no rancho Mercy as suas diferenças sobressaem ainda mais: Tess, a escritora hollywoodesca que não está minimamente interessada no trabalho do rancho e só quer pirar-se dali o mais depressa possível; Lily, que fica satisfeita por esta oportunidade de poder fugir ao violento e abusivo ex-marido, servindo-se do rancho como refúgio; e Willa, que nasceu e cresceu no rancho, e só quer ver estas intrusas pelas costas. 

Ter quer ir embora...Willa quer que ela vá o mais depressa possível...mas nenhuma terá o que quer antes do prazo de um ano! Enquanto Tess e Willa puxam a corda em direcções opostas, Lily deixa-se ficar no meio destas duas fortes, teimosas e conflituosas personalidaes.

Contudo, a urgência em se unirem contra um mal maior e comum acaba por levá-las a superar as divergências. 

Esta família muito pouco funcional começa então a criar laços de afecto e observar a interacção, por vezes hilariante entre estas três irmãs é maravilhoso. E não é só entre elas que se estabelecem laços...cada uma desenvolve um interesse romântico por um dos homens que circunda o rancho: Lily pelo irmão de Willa, Tess pelo advogado responsável por se certificar que cumprem o estabelecido no testamento de Jack, e Willa pelo filho do proprietário do rancho vizinho.

Em termos de romance este livro enche-nos as medidas: o amor puro, enternecedor e carinhoso de Lilly e Adam, a lúxiria entre Tess Nate e o amor violento e arrebatador, que se recusa a assumir, entre Willa e Ben. 

Como se não bastasse, Nora adiciona suspense e mistério ao livro fazendo-o com mestria e de forma muito pouco previsível ou óbvia.

Como aspectos negativos temos a existência de demasiados pontos de vista que se revezam com bastante frequência; algumas partes e descrições servem apenas para arrastar o ritmo do livro; há partes bastante violentas; a existência de três romances num único livro pode provocar alguma distracção da história central, mas acaba por dinamizar a trama e há sempre qualquer coisa a acontecer! A cena do gato que é morto e colocado à porta é repetida do livro «Maléfico», da mesma autora, contudo a reacção da personagem principal é bem diferente. 

Todos estes pontos menos positivos são completamente abafados pela magnífica e belíssima prosa de Nora, pela criação de um mistério denso e de resolução inesperada. As descrições dos cenários selvagens de Montana no inverno são magníficas, captando inclusivamente o ambiente frio...já as descrições na época quente são menos precisas.

A riqueza das personagens secundárias complementa imenso a história. 

Sinopse:
«Quando Jack Mercy morreu deixou um rancho no valor de muitos milhões de dólares. Agora, as suas três filhas - cada uma nascida no seio de um casamento diferente e sem ligação com as irmãs - reúnem-se para ouvirem a leitura do testamento.
Mas as jovens ficam chocadas ao descobrirem que, antes de qualquer uma delas poder herdar a sua parte, terão de viver em conjunto no rancho. Será isso possível sendo irmãs...mas completamente estranhas?
Cedo vão ter de descobrir, pois ao herdarem o rancho também herdaram um antigo inimigo. E se o azedume e as feridas antigas as dividirem, serão destruídas sem piedade.»

Autor: Nora Roberts
Editor: Saída de Emergência (2010)
Páginas: 396
Título Original: Montana Sky (1996)
Cotação: 4!




Nenhum comentário:

Postar um comentário