Goodreads

Destaques

0 Luzes do Norte

Wook.pt - Luzes do NorteA vila de Lunacy é a última chance para Nate Burke. Como polícia em Baltimore, assistiu à morte do colega e a culpa ainda o persegue. Sem mais nenhum lugar para onde ir, aceita a função de Chefe da Polícia nessa pequena e remota vila do Alasca. Quando começa a perguntar-se se a mudança não terá sido um grande erro, um beijo imprevisto e arrebatador na passagem de ano levanta o seu espírito e convence-o a ficar mais tempo. Meg Galloway, nascida e criada em Lunacy, está habituada à solidão. 

Era apenas uma jovem quando o seu pai desapareceu e teve de aprender a ser independente, pilotando a sua pequena avioneta e vivendo nos arredores da vila na companhia dos seus huskies. Depois do beijo ao novo Chefe da Polícia, permite-se ceder à paixão. E, agora, as coisas em Lunacy começam a aquecer. Há alguns anos, numa das majestosas montanhas que sombreiam a vila, ocorreu um crime que nunca foi resolvido e Nate suspeita que o assassino continua em Lunacy. 

A sua investigação vai desenterrar segredos e trazer ao de cima o instinto de sobrevivência que fez dele um dos melhores polícias em Baltimore. O que ele não podia saber é que a sua descoberta vai ameaçar a nova vida e o novo amor...


Autor: Nora Roberts
Editor: Edições Chá das Cinco (outubro, 2016*)
Género: Romance
Páginas: 416
Original: Northern Lights (2004)
* Reedição

Opinião: ★★★✩✩
Nate, atormentado e deprimido pelo passado, chega ao Alasca para exercer as suas funções de agente da autoridade numa pequena cidade onde não é visto como sendo mais do que um estranho. 
Lutando para se integrar, estabelece contacto com os diversos moradores daquela localidades - pessoas moldadas à altura do ambiente que os rodeia: forte, agreste e, por vezes, rude. 
Uma destas pessoas é Meg uma mulher que, apesar de pouco sedutora, conquista Nate com a sua simplicidade. E depressa ele se recompõe e faz as pazes com o drama do passado: a morte do seu amigo e colega de profissão. 
Tudo isto seria muito bonito, não fosse o aparecimento de um cadáver, assassinado há 16 anos atrás...e não fosse este cadáver o pai da própria Meg. Tudo se complica quando o suposto assassino se suicida e as provas não convencem Nate de que será este o verdadeiro culpado.
Nate é um homem íntegro e sensível, que leva a sua profissão muito a sério, empenhando-se na resolução deste mistério. Contudo, este personagem relembra-me bastante James Sladerman de «Uma Questão de Escolha».
Os cenários são lindíssimos na sua crueza áspera e inóspita. Inserindo o frio constante em todas as actividades do quotidiano destas personagens, Nora Roberts transmite-nos mesmo a sensação de um ambiente gelado e hostil. 
A primeira parte do livro desenvolve-se de forma bastante lenta. Quanto ao final, este é bastante satisfatório, embora bastante previsível, exceptuando a identidade do assassino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário