Goodreads

Destaques

0 A Odisseia de Homer ~ de Gwen Cooper




Sinopse:


«A última coisa que Gwen Cooper queria era adoptar outro gato. Já tinha duas gatas, para não falar de um emprego em que lhe pagavam uma miséria, e estava a tentar recuperar de uma separação difícil. Até que a veterinária das suas gatas ligou para lhe falar de um gatinho de três semanas, abandonado e maltratado, cujos olhos tiveram de ser retirados cirurgicamente. Gwen era a sua última esperança de encontrar um lar. Foi amor à primeira vista. O gatinho era uma bola de pêlo mínima, preta e assustada e, mesmo tendo consciência das dificuldades que ele enfrentaria por causa da sua cegueira, Gwen decidiu adoptá-lo – e ele tornou-se os olhos pelos quais ela passaria a ver o mundo. Baptizado de «Homer» - uma homenagem ao poeta grego supostamente cego, criador da "Odisseia" e do seu herói, Ulisses -, este gatinho cresceu até se tornar um animal forte, confiante, cheio de entusiasmo e com uma vontade inesgotável de brincar! Ou seja, um gato temperamental, divertido e dengoso como qualquer outro. Mas foi a lealdade inabalável de Homer, com sua capacidade ilimitada de amar e o seu entusiasmo por superar obstáculos, que inspirou Gwen a mudar a sua vida e seguir o seu sonho de se mudar para Nova Iorque. Afinal, o seu gatinho cego era um exemplo de força, superação e coragem. E, quando conheceu o homem com quem viria a casar, Gwen percebeu que Homer lhe tinha ensinado a lição mais importante da vida: que o amor não é algo que possa ser visto com o olhar.»

Autor: Gwen Cooper
Editora: Pergaminho - 2011
N.º de Páginas: 272
Título Original: Homer's Odyssey: a Fearless Feline Tale, or How I Learned About Love and Life with a Blind Wonder Cat
Cotação:



_____________________

A Minha Opinião:

A Odisseia de Homer tem tanto de adorável como de inspirador. Corajoso e destemido, apesar da cegueira, Homer é um gatinho muito especial que recusa deixar-se limitar por este seu problema. 

Com a graciosidade inata de um felino, Homer consegue ultrapassar as suas dificuldades, sem dar sequer por elas muitas das vezes, despertando uma admiração apaixonada em todos os que se cruzam com ele. 

Mas esta história não é apenas sobre Homer, é também sobre a vida de Gwen e as dificuldades que ela precisa ultrapassar ao entrar na vida adulta, é sobre Scarlet e Vashti, e a vida dos quatro em conjunto, a forma como interagem e se influenciam. Pessoalmente, achei ainda muito interessante que Gwen tenha inserido o episódio do 11 de Setembro na América - a forma como abalou a zona em que residiam e o modo como este acontecimento a marcou, oferecendo-nos um ponto de vista muito pessoal e trazendo também os animais de companhia para esta equação. O livro não se perde muito neste assunto, é certo, e ainda bem porque a escritora poderia ter tão facilmente enveredado pelo caminho da lágrima fácil e sensibilização óbvia do leitor...mas não o fez eu fiquei bastante satisfeita por isso e por ter incluído esta parte na história, principalmente porque não estava à espera. E que momentos de sufoco nos faz atravessar até finalmente sabermos como estão os gatinhos no meio daquela tragédia! 

É-me muito fácil identificar com Gwen, não só porque também eu sou a orgulhosa "dona" de um  lindíssimo exemplar felídeo de veludo preto que, apesar de todo o seu mau feitio, eu adoooro! Mas também porque recolhi há uns anos atrás um gatinho de rua (uma menina aliás - a Carlota!) que, devido a uma infecção viral, ficou com a vista bastante prejudicada. Contudo, e apesar do negro prognóstico inicial que incluía excisão ocular, os tratamentos foram bem sucedidos e, apesar de não ver perfeitamente, a Carlota também não é completamente cega...!

A escrita de Gwen é muito simples e directa e este livro uma extensão perfeita para um livro do seu género. Um grande ponto positivo é o facto de ter um final feliz - confesso que em livros deste tipo tenho sempre medo do fim e aguardo-o ansiosamente durante toda a leitura. 

A forma como Gwen Cooper nos mostra que podemos enriquecer imenso a nossa vida a ajudar os outros - neste caso um animal - é radiosa; apresentando uma bonita lição de vida e mostrando, como eu própria percebi num outro acontecimento muito recente, que vale a pena lutar por eles!

Torna-se bastante óbvio que me é muito difícil dissociar a minha paixão pessoal por gatos da qualidade desta leitura. Mas tentando ser objectiva, e, vá, gatinho à parte, o livro está muito bem escrito, a história que nos conta tão fluidamente é estupenda e, portanto, merece umas grandes 5 estrelas!

Recomendo...Muito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário