Goodreads

Destaques

1 A Hipótese do Mal + Opinião

Sopro do Mal

Mila Vasquez #1

ACREDITAR QUE ESTE LIVRO SE INSPIRA EM FACTOS REAIS É DIFÍCIL.
ACEITÁ-LO É IMPOSSÍVEL MAS É A PURA VERDADE.

 «Seis braços enterrados. Seis crianças desaparecidas. Um serial killer brilhante e monstruoso, que instiga outros a matar por si.
O criminologista Goran Gavila e a sua equipa de investigação são chamados a intervir, procurando descobrir um assassino que constantemente parece pô-los à prova.
Mila Vasquez, investigadora especializada em encontrar pessoas desaparecidas, entra em cena e junta-se à caça do homicida.
Mas cada passo que dá é, na verdade, controlado por uma mente genial e implacável. Tudo se passa como num diabólico jogo da verdade, como se o Mal trouxesse consigo uma mensagem.» 



Editora: Porto Editora (2005)
N.º de Páginas: 448
Cotação: 



Opinião:
Um livro enervante, perturbador e misterioso que prende o leitor ao longo de toda a narrativa…culminando numa reviravolta inesperada! 
Acompanhamos Mila Vasquez e Goran Gaulla, seguindo a sua lógica de pensamento em diversas tentativas frustradas para desvendar este mistério. Felizmente, ao partilhar connosco os traumas e medos de Mila, Carrissi consegue uma ótima aproximação à personagem, caso contrário, o livro tornar-se-ia demasiado impessoal e frígido. 
Apesar de encher a narrativa de detalhes, Carrisi fá-lo de forma simples e inteligente, sem tornar o livro enfadonho e complementando assim a nossa ânsia de avançar sempre no livro. 
O ritmo rápido a que fluem os acontecimentos permite ultrapassar o tamanho considerável do livro, contribuindo, contudo, para a desorientação do leitor quando certas surpresas e reviravoltas surgem pelo caminho. 
A ausência de local de ação - desconhecemos o país em que ocorre toda a trama - bem como de pistas sobre esse mesmo enigma é, para mim, um ponto positivo que penso ter o propósito de que, se não é descrito lugar algum, então pode ser aplicado a qualquer sítio…e com um bocadinho de imaginação podemos usar este abismo para aproximar o livro um bocadinho mais à nossa realidade pessoal. 
Adquiri este livro assim que o vi, sem qualquer referência prévia, apenas porque adorei o título sombrio…e fico muito satisfeita por acrescentar que não me arrependi, nem por um bocadinho!


A Hipótese do Mal

Mila Vasquez #2
PROCURO-OS POR TODO O LADO. PROCURO-OS SEMPRE.
A Hipótese do Mal  Todos nós já sentimos, em algum momento, o desejo de desaparecer. De deixar tudo para trás. Para alguns, isso transforma-se numa obsessão que os consome e engole, até que acabam por desaparecer na escuridão. Todos se esquecem deles. Todos, menos Mila Vasquez, investigadora do Gabinete das Pessoas Desaparecidas.
  Sem que ninguém o conseguisse prever, indivíduos que se esfumaram no vazio há vários anos regressam com intenções obscuras. Uma série de crimes, sem relação aparente entre si, traz consigo uma descoberta surpreendente: os seus autores são pessoas que se pensava desaparecidas para sempre. Onde estiveram durante tanto tempo? E porque regressaram? Qual o plano maléfico a que obedecem?
  Mila percebe que para travar este exército das trevas não lhe bastam os indícios. Tem de dar à escuridão uma forma, um sentido, precisa de formular uma hipótese sólida, convincente, racional…

Autor: Donato Carrisi
Editor: Porto Editora (Maio, 2014)
Género: Thriller
Páginas: 424
Original: L'ipotesi del male (2013) [Goodreads]


Opinião
My rating: 4 of 5 stars

'Mila Vasquez conhecia bem o chamamento do escuro. Dançava com as sombras desde o dia em que nascera.'

A presença de Mila, agente policial, é solicitada na cena do crime quando Jes Belman, um menino de dez
anos, telefona para a polícia a contar que alguém entrou em sua casa à hora do jantar e começou a disparar…que estavam todos mortos…e que o homicida ainda ali estava; aliás, fora ele quem lhe dissera para telefonar para a polícia. A identidade do assassino é imediatamente desvendada - um homem desaparecido há 17 anos - e tudo parece indicar que se trata de uma vingança. Até que aparece outro cadáver. E depois outro.

'Não sabiam quem nem onde atacaria desta vez. Mas uma certeza era comum a todos: a história não acabaria ali.'

Há duas coisas que aprecio em Donato Carrisi. A primeira é a forma como me permite sentir o enredo a adensar - quanto mais avanço, mais sei e, no entanto, menos percebo! Começa a formar-se uma ligação evidente entre o passado e o presente, ambos manipulados por uma mente subtil e sem escrúpulos. O bem e o mal confundem-se, '«De facto, a Hipótese do Mal afirma: «O bem de alguns coincide com o mal de outros, mas também é válido o contrário.»' Não parei de me surpreender até ao final do livro!

O decorrido antes desta série de homicídios assume imensa importância para o desenvolvimento do enredo e o autor conseguiu incluir o passado dos seus personagens com muita competência, sem descrições exaustivas e desnecessárias, mantendo-me sempre intrigada em relação a cada interveniente.

A segunda aptidão que admiro no autor é o facto de não ceder pela via mais descomplicada; Carrisi não facilita a tarefa a ele próprio por muito complexo que o argumento ameace tornar-se…e é este tipo de compromisso por parte de um autor que suscita dedicação por parte do leitor. Adorei os dois livros protagonizados por Mila, vejo-me perfeitamente a tornar-me impertinente e irritantemente peremptória em relação a este autor e só lamento que Donato não consiga escrever à velocidade do meu capricho
View all my reviews

Frases Preferidas:
'(…) os livros constituíam um antídoto para o silêncio, porque enchiam a sua mente com as palavras necessárias para colmatar o vazio deixado pelas vítimas. Mas, sobretudo, eram a sua via de fuga. O seu modo de desaparecer. Imergia na leitura e todo o resto - ela própria - cessava de existir. Nos livros, podia ser qualquer pessoa. O que equivalia a não ser ninguém.'
'Porque quem ama a sério também é capaz de odiar.'
'Todos envergamos uma máscara para esconder a pior parte de nós.' 
 'Ensinam-nos a contar os segundos, os minutos, as horas, os dias, os anos…mas ninguém nos explica o valor de um instante.'
'Existem mais diabos nesta vida do que no inferno.'
'Pretendemos sempre uma retribuição para os nossos sentimentos e, quando não nos é concedida, consideramo-la uma traição.'
'(…) as crianças possuem a sabedoria do mundo e, por vezes, dizem que sim aos adultos como se faz com os loucos.'

Um comentário:

  1. Essa resenha é do livro "O Aliciador", do mesmo autor....

    ResponderExcluir