Goodreads

Destaques

A Avó e a Neve Russa | Opinião


Wook.pt - A Avó e a Neve Russa«As folhas caídas das árvores giram à minha volta com o vento, mas aperto mais o casaco, porque nem o vento nem as folhas-bailarinas me alegram com a melancolia, só me deixam ensopado em tristeza, como a chuva nos faz por vezes. Os homens não choram. Avanço. Os catos que vejo alinhados na rua voltam a ser árvores e a Babushka, deitada na cama de hospital, é uma criança que aumentou e encolheu.»

Babushka está doente. Esta russa idosa, emigrante no Canadá, sobreviveu ao acidente nuclear de Chernobyl. Esconde no peito a doença que a obriga a respirar a contratempo e lhe impõe uma tosse longa e larga e comprida e sem fim — um mal que a faz viver mergulhada nas memórias do seu passado luminoso, a neve pura da Rússia, recordação sob recordação.

Na fronteira com a realidade caminha o seu neto mais novo, de dez anos, um menino que não desiste de puxar o fio à meada e de tentar devolver a avó ao presente. Para ajudar Babushka, precisa de encontrar uma solução para os seus pulmões destruídos, sacos rasgados e quase vazios — mesmo que isso o obrigue a crescer de repente e partir em busca de uma planta milagrosa, o segredo que poderá salvar a família e completar a matriosca que só ele vê.

Narrado na primeira pessoa e escrito a partir da perspetiva de uma criança, A Avó e a Neve Russa é um livro feito da inocência e da coragem com que se veste o deslumbramento das infâncias. Romance simples e emotivo sobre a força da memória e da abnegação, relata a peregrinação de um neto através da esperança, do Canadá ao México, para encontrar a possibilidade de um final feliz.


Autor: João Reis
Editor: Elsinore (Fevereiro, 2017)
Género: Romance
Páginas: 224

opinião
★★★★☆
A Avó e a Neve Russa é o extraordinário relato, na primeira pessoa, da busca de um menino de 10 anos pela cura que poderá salvar a vida à sua avó, uma sobrevivente ao acidente nuclear de Chernobyl, emigrada no Canadá.

Ao contrário do que esperava, a minha parte preferida foi o acesso, sem reservas, à perspectiva directa desta criança. João Reis faz um extraordinário trabalho neste sentido, condimentando a narrativa com uma dose exacta de inocência e sabedora, coragem e esperança, humor e melancolia.

Relacionando-se com as mais diversas personagens, a curiosidade, interesse e genuína preocupação desta criança com os que o rodeiam e com o mundo em geral é visível em cada página do livro. É difícil não nos deixarmos encantar pelas suas palavras e raciocínios; é ainda mais difícil deixá-lo ficar para trás ao volver da última página. 


Frases Preferidas:
ISBN: 9789898843654
«às vezes, as pessoas estão desatentas, devido a estarem ocupadas com as rodas dentadas e os pêndulos da vida no capitalismo.» - 19

«terá de haver sempre lugar para idiotas numa sociedade multicultural» - 38


«o homem tem se se elevar, e só não acredita na transformação aquele que é demasiado comodista para se esforçar, ou aquele que, tendo consciência do seu estatuto na sociedade - seja ele qual for, cavalheiros -, pretende manter uma sociedade em que se apoia essa desigualdade que, de modo objetivo e responsável a nível ético, pode apenas ser encarada como perniciosa e injusta. Ignorar tal facto numa sociedade de informação  gradualmente mais globalizada é, no fundo, aceitar a barbárie, como quem vira a cara face ao sofrimento do seu semelhante.» - 189


João Reis é também autor de A Noiva do Tradutor




0 Maigret e o Cadáver no Armário | Opinião


opinião

★★★☆☆
Maigret e o Cadáver no Armário'Maigret e o Cadáver no Armário' proporciona-nos umas boas horas de entretenimento.

Divertido, rápido e interessante, o enredo é conduzido com proficiência e simplicidade. Tendo em conta a frugalidade de Simenon com as palavras, é notável como o escritor consegue criar um carismático lote de personagens e uma atmosfera tão vívida e atraente para o leitor.

O final é satisfatório e algo inesperado (…o que poderá dever-se à sua ligeira orientação para o rebuscado…). Este é o meu primeiro contacto com Maigret e posso dizer que fiquei satisfeita com o resultado.






Leia mais...

0 Origem {Livros Outubro}


Wook.pt - Origem - Edição EspecialFiel ao seu estilo característico, Dan Brown, autor de O Código Da Vinci e Inferno, combina códigos, ciência, religião, história, arte e arquitetura no seu novo romance. Origem lança Robert Langdon, simbologista de Harvard, para a perigosa interseção das duas perguntas mais prementes da humanidade, e para a estrondosa descoberta que responde a ambas.


Autor: Dan Brown  
Editor: Bertrand Editora (Abril, 2017) 
Género: Romance > Thriller
Páginas: 552
Original: Origin (2017) 



Robert Langdon
Título
Livro n.º
Edição Portuguesa
Publicação Original
1
2
3
4
Origem
5
x
x





Leia mais...

0 A Mulher Desaparecida {Livros Junho}

As Raparigas Esquecidas
Pessoas Desaparecidas 1
Louise Rick 7
Numa floresta da Dinamarca, um guarda-florestal encontra o corpo de uma mulher. Marcada por uma cicatriz no rosto, a sua identificação deveria ser fácil, mas ninguém comunicou o seu desaparecimento e não existem registos acerca desta mulher.

Passam-se quatro dias e a agente da polícia Louise Rick, chefe do Departamento de Pessoas Desaparecidas, continua sem qualquer pista. É então que decide publicar uma fotografia da misteriosa mulher. Os resultados não tardam. Agnete Eskildsen telefona para Louise afirmando reconhecer a mulher da fotografia, identificando-a como sendo Lisemette, uma das «raparigas esquecidas» de Eliselund, antiga instituição estatal para doentes mentais onde trabalhara anos antes. Mas, quando Louise consulta os arquivos de Eliselund, descobre segredos terríveis, e a investigação ganha contornos perturbadores à medida que novos crimes são cometidos na mesma floresta.

Através de uma narrativa envolvente, vertiginosa e de forte impacto emocional, Sara Blædel não deixa o leitor descansar enquanto não chegar ao fim do livro.


Autor: Sarah Blaedel    
Editor: TopSeller (Junho, 2016) 
Género: Thriller
Páginas: 304
Original: De glemte piger (2011) 
comprar


O Trilho da Morte
Pessoas Desaparecidas 2
Louise Rick 8
Wook.pt - O Trilho da Morte
Na sequência de uma licença, Louise Rick volta a trabalhar na Agência de Pesquisas Especiais, uma unidade de elite do Departamento de Polícia Nacional. É-lhe atribuído um caso que envolve um jovem de 15 anos, desaparecido há uma semana.

Quando Louise percebe que o adolescente desaparecido é o filho de um açougueiro de Hvalsoe, ela aproveita a oportunidade para combinar a busca do adolescente com uma investigação pessoal sobre a morte do seu namorado.

Nesta investigação, Louise reconecta-se com figuras do passado, incluindo Kim, principal investigador no Departamento de Polícia Holbaek, os seus ex-sogros, fanáticos religiosos, e a sua antiga amiga, a jornalista Camilla Lind.


Autor: Sarah Blaedel    
Editor: TopSeller (Novembro, 2016) 
Género: Thriller
Páginas: 288
Original: Dødesporet (2015) 


O Trilho da Morte
Pessoas Desaparecidas 3
Louise Rick 9
Wook.pt - A Mulher DesaparecidaNum bairro familiar e acolhedor nos arredores de Londres, uma mulher foi alvo de um violento assassínio. Um tiro certeiro de uma caçadeira atravessou a janela da cozinha, onde ela se encontrava com o marido e a filha. A morte foi imediata.

Ao iniciar a investigação, a polícia local descobre que a mulher, de nome Sophie Parker, se tratava na verdade de uma cidadã dinamarquesa que se encontrava desaparecida há 18 anos. Louise Rick, chefe do Departamento de Pessoas Desaparecidas, fica responsável pelo caso. É então que novas e surpreendentes revelações desvendam que fora Eik, seu colega e amante, quem declarara o desaparecimento de Sophie.

Assim que é informado da morte de Sophie, Eik desaparece misteriosamente e, passadas 24 horas, é preso em Inglaterra e acusado de ser o responsável pelo crime.

Mais uma vez, Sara Blædel contempla-nos com uma história extraordinária onde a aventura, o suspense e o desespero são absolutamente reais.

Nenhum leitor conseguirá ficar indiferente!


Autor: Sarah Blaedel    
Editor: TopSeller (Junho, 2017) 
Género: Thriller
Páginas: 288
Original: Kvinden de meldte savnet (2014) 


Sara Blædel iniciou a sua carreira literária como fundadora de uma editora especializada em policiais e thrillers. Este trabalho aproximou-a do jornalismo, onde acabou por cobrir uma vasta gama de histórias policiais e julgamentos. Foi nessa altura – e enquanto esquiava na Noruega – que começou a imaginar a trama do seu primeiro romance, Green Dust , com o qual venceu o primeiro de inúmeros prémios, The Danish Crime Academy’s Debutant Award. As Raparigas Esquecidas é o seu livro mais aclamado, o qual foi contemplado em 2015 com o Gyldne Laurbaer, o mais importante prémio literário da Dinamarca. Com 1,8 milhões de livros vendidos na Dinamarca, a imprensa e os fãs dinamarqueses nomearam-na por quatro vezes A Rainha Dinamarquesa do Thriller . Os seus livros são bestsellers internacionais e já foram publicados em 33 países. Saiba mais sobre a autora em sarablaedel.com


Leia mais...

0 No Rasto do Predador {Livros Junho}

A Lei do Deserto
Hector Cross #1
  Hazel Bannock é proprietária de uma das maiores companhias petrolíferas do mundo, a Bannock Oil.
Durante uma viagem através do oceano Índico, o seu iate é sequestrado por piratas somalis. Nele viajava a filha de Hazel, de dezanove anos, Cayla, e o resgate que os piratas pedem para a libertarem é exorbitante.
  Hazel recorre ao major Hector Cross, cuja empresa foi contratada pela Bannock Oil para proteger as suas instalações e pessoal. Juntos, Hazel e Hector estão dispostos a tudo para salvar Cayla, mesmo que isso signifique fazer justiça pelas próprias mãos…


Autor: Wilbur Smith
Editor: Editorial Presença (Abril, 2014)
Género: Romance/Thriller
Páginas: 496
Original: Those in Peril (2011) [Goodreads] [WOOK]
   

opinião
My rating: 3 of 5 stars
'A Lei do Deserto' é um daqueles livros que me deixa baralhada no final; sem saber bem para que lado a balança pende mais: se para o lado dos elementos de que gostei ou para o dos pontos que me desagradaram.

No fundo, penso que este livro sofre imenso pela falta de equilíbrio. Se por um lado temos um livro cheio de acção, que me agradou pelas cenas de planeamento e execução militar (colocando de lado a precisão das mesmas), pareceu-me que toda esta acção serviu de manobra de distracção para desviar a atenção do leitor de pontos importantes como a óbvia falta de desenvolvimento das personagens, o desenvolvimento de um romance à velocidade da luz e numa das alturas menos plausíveis e o facto de acontecimentos traumáticos não parecerem ter grandes repercussões nas personagens…

Agradou-me o estilo da narrativa, embora esta fosse, por vezes, desnecessariamente detalhada - especialmente nas cenas mais violentas. Não vou encarar estas cenas, particularmente aquelas que não contribuem em nada para o desenvolvimento da história, como um ataque ao Islão mas sim como forma do autor garantir que mantinha o leitor indiscutivelmente do lado da equipa de Cross; no entanto, pareceu-me que a cultura árabe foi ligeiramente desconsiderada e manipulada de forma a encaixar apenas nos moldes fundamentalistas.

Esta falta de equilíbrio reflectiu-se na minha própria experiência de leitura: comecei o livro com grande interesse pelo enredo e intrigada com o seu desenvolvimento mas esta sedução foi esmorecendo após volvida mais de metade do livro, até quase se extinguir. Perdi-me, tal como me pareceu que o autor se perdeu após a operação de resgate; sabendo para onde queria ir mas sem ter realmente uma ideia precisa de como lá chegar e que informações seria pertinente partilhar com o leitor. Foram duas mortes inesperadas que me puxaram de novo para a história e para toda uma nova aventura carregada de tensão.

Apesar de partir de uma premissa muito interessante, fundindo realidade e ficção, só lamento que Wilbur Smith tivesse comprometido a qualidade de um trabalho cheio de potencial ao falhar na construção e desenvolvimento de personagens e episódios.
View all my reviews


Vingança de Sangue
Hector Cross #2
  Neste segundo volume reconhecemos de imediato a mesma intensidade dramática e o suspense levados a níveis capazes de desafiar o leitor mais intrépido. Aqui, Hector Cross tem encontro marcado com o inimigo, e fica a sabê-lo da pior forma possível, quando este ataca, sedento de sangue e vingança, assassinando brutalmente Hazel Bannock, agora mulher de Hector e nos últimos meses de gravidez. 
  Determinado a fazer justiça, Hector reúne os seus amigos mais leais e juntos viajam para o Médio Oriente. Mas Hector percebe que está a lidar com um inimigo de múltiplos rostos quando figuras sinistras do passado da família Bannock começam a emergir, envoltas em segredos hediondos que Hazel nunca teve coragem de lhe revelar.


Autor: Wilbur Smith   
Editor: Editorial Presença (Julho, 2014)
Género: Romance/Thriller
Páginas: 576
Original: Vicious Circle (2013) [Goodreads] [WOOK]
    


No Rasto do Predador
Hector Cross #3
Wook.pt - No Rasto do Predador  Hector Cross, ex-agente SAS, perito em segurança privada, viúvo. A sua mulher desapareceu cedo demais, cruelmente assassinada, Johnny Congo - psicopata, extorsionista, terrorista - é o homem que Cross quer ver morto. Tal como as autoridades americanas. Congo é levado para o corredor da morte da prisão mais segura do mundo. Duas semanas apenas o separam do dia da sua execução. Ele quer fugir. Já se evadiu uma vez e sabe que pode fazê-lo de novo. Cross, ainda mal refeito do seu confronto com Congo, regressa à ação. Em pleno Atlântico, navega o superpetroleiro Bannock A.
   Ataques terroristas na zona provocam o pânico e só uma pessoa pode assegurar a proteção do navio. O que foi prometido como algo fácil é muito mais do que isso - é uma missão que irá pôr à prova os limites emocionais e físicos de Cross. Mas o seu passado como agente SAS e perito em segurança privada tornou-o capaz de enfrentar todos os perigos e ele não desiste até apanhar a sua presa.

Autor: Wilbur Smith   
Editor: Editorial Presença (Junho, 2017)
Género: Romance/Thriller
Páginas: 424
Original: Predator (2016) [Goodreads]
    

Sobre o autor...
Wilbur Smith nasceu na África Central em 1933 e profissionalizou-se como escritor em 1964, após o sucesso de When the Lion Feeds, o seu segundo romance. Incansável viajante, formado na Rhodes University, já escreveu vinte e sete romances, todos inspirados nos ambientes e nas histórias que foi conhecendo durante as suas inúmeras expedições.
Os seus livros estão traduzidos em vinte e seis línguas. Já editados pela Ulisseia, estão O MagoAves de RapinaMonções e Horizonte Azul.

           Série Antigo Egipto
O Deus do Rio (Antigo Egipto #1)O 7º Papiro (Antigo Egipto #2) O Mago (Antigo Egipto #3)A 11ª Praga (Antigo Egipto #4)

           Série Courtney
Aves de Rapina (Courtney #9)Monções (Courtney #10) Horizonte Azul (Courtney #11)O Triunfo do Sol (Courtney #12)

           Outros
 O Pássaro do Sol

Leia mais...