Goodreads

Destaques

Best Sellers do «New York Times» para esta semana



Os livros que ocupam agora o top dos mais vendidos do The New York Times, com base na lista a ser divulgada na edição de 26 de Fevereiro deste jornal.


Para consulta da lista original, clique aqui.

Novos na Tabela:
Echoes in Death (In Death, #44)Norse MythologySomeone to Hold (Westcott, #2)My Not So Perfect LifeWook.pt - My Not So Perfect Life

Já disponíveis em Portugal:
Wook.pt - Teu Para SempreWook.pt - Um Homem Chamado Ove A CabanaAs Cinquenta Sombras Mais Negras



Posição Semana Passada Livro/Autor Semanas no top 15
1
- Echoes in Death (In Death 44), J. D. Robb
novo
2
-
Norse Mithology, Neil Gaiman
novo
3
2Teu Para Sempre, W. Bruce Cameron
10
4 3
Um Homem Chamado Ove, Fredrik Backman
38
55
A Cabana, Wm. Paul Young
3
6- novo
7
1
Right Behind You (Quincy & Rainie 7), Lisa Gardner
2
8 4
Never Never (Detective Harriet Blue 1), James Patterson e Candice Fox
4
9
-
Someone to Hold, Mary Balogh
novo
10 -
65
11 - 26
12
8
Milk and Honey, Rupi Kaur
9
13
-
My Not so Perfect Life, Sophie Kinsella
novo
14
12
The Whistler, John Grisham
16
15
9
The Girl Before, J.P. Delaney 
3

0 Tempo de Dizer Adeus {Livros Março}


Wook.pt - Tempo de Dizer AdeusComo abandonas a pessoa que mais amas?
Com seis anos, Ella, a filha de Will Curtis, sabe que o pai nunca a abandonará.
Afinal, ele prometera-lho quando a mãe morrera.
E fará tudo o que lhe for possível para manter a sua palavra.
O que o Will não sabe é que a promessa que fez à filha pode ser mais difícil de cumprir do que imaginava.
Quando confrontado com uma decisão impossível, Will descobre que a opção mais óbvia pode não ser a correta.
Mas o futuro está cheio de surpresas inesperadas.
E pai e filha estão prestes a embarcar juntos numa viagem inesquecível….


Autor: S. D. Robertson   
Editor: Harper Collins (Março, 2017) 
Género: Romance
Páginas: 320
Original: Time to Say Goodbye (2016) 




Leia mais...

0 Crónica de um Vendedor de Sangue {Livros Fevereiro}


Wook.pt - Crónica de um Vendedor de SangueUm dos dez livros mais influentes da última década na China, este romance, escrito por um dos mais importantes autores chineses contemporâneos, narra-nos como foi viver sob o governo do presidente Mao.


Autor: Yu Hua
Editor: Relógio D'Água (Fevereiro, 2017) 
Género: Romance
Páginas: 256
Original: 许三观卖血记 (Xǔ Sānguān Mài Xuè Jì)(1995) 





Leia mais...

2 O que Ando a Ler | 2017

Fevereiro
Wook.pt - Harry Potter e a Ordem da Fénix
★★★★★
Harry Potter e a Ordem da Fénix - J. K. Rowling : 5

Comecei o mês com mais uma visita a Hogwarts onde as coisas se começam a complicar por intervenção do Ministério da Magia. 
Gostei muito! Embora mais extensa que as anteriores, a história não perde nem o ritmo, nem o interesse nem (ainda mais importante) a magia!



Wook.pt - Teia de Mentiras
★★★☆☆
Teia de Mentiras - Heather Gudenkauf: 3★
Diverti-me a procurar a verdade sobre o seu marido com Sarah - quer dizer, não acredito que ela se tenha divertido assim tanto, mas eu sim!... Tudo o que Sarah pensava saber sobre o marido, a pouco e pouco, acaba por se revelar falso.
As mentiras vão sendo expostas e as verdades reveladas, tornando o enredo cada vez mais misterioso e, portanto, interessante. No entanto, aborreceu-me que o livro não traga realmente nada de novo, nem em enredo nem em estratégia narrativa. 



Wook.pt - Olhando o Sofrimento dos Outros
★★★★☆
Olhando o Sofrimento dos Outros - Susan Sontag : 4★

Não tenho por hábito ler ensaios, mas gostei imenso do tempo que passei com Susan Sontag a reflectir sobre o poder, o significado e a possível intenção da fotografia de guerra/catástrofe.
Comprei o livro porque me deixei intrigar pelo título - e não me arrependo nada!




Wook.pt - A Modest Proposal And Other Satirical Works
★★★★☆
A Modest Proposal and Other Satirical Works  - Johathan Swift: 4★

Tal como o anterior, este livro não estava na minha lista, mas uma visita a St. Patrick's  Cathedral em Dublin. Jonathan Swift foi deão desta catedral, daí que aqui se encontre actualmente duas das suas máscaras mortuárias e outros artefactos relacionados com o escritor. Existe também um cantinho bem simpático onde, entre muitas outras coisas, podemos comprar alguns dos livros  que Swift escreveu e eu, claro, não resisti a comprar este e, já agora, As Viagens de Gulliver.
Acabei por gostar muito dos cinco textos aqui reunidos, nos quais Jonathan Swift satiriza, com enorme mestria, o meio social e político que o rodeia, condenando a hipocrisia e o cinismo de ambos com a ferocidade de alguém realmente indignado.



★★★☆☆
Irmãs - Claire Douglas: 3★

Mais ou menos a meio do mês instalei-me confortavelmente com Abi na casa dos irmãos gémeos Bea e  Ben e, tal como ela, tinha esperança que isto resultasse numa melhoria na sua vida, depois do trauma da morte da sua própria irmã gémea num acidente de viação pelo qual Abi se culpa. 
Esta estadia foi ficando cada vez mais estranha e suspeita, levando-me a suspeitar ora da lucidez de Abi, ora das boas intenções de Bea, ora da sinceridade de Ben. Infelizmente, quando os motivos e intenções são finalmente revelados, acabei por ficar bastante desiludida com o livro.
Decidi ler Irmãs por causa da indicação na capa de que este será um bom livro para quem gostou de A Rapariga no Comboio, afirmação com a qual, tendo lido ambos, não poderia discordar mais!



Wook.pt - Biblioteca de Almas
★★★☆☆
Biblioteca de Almas - Ransom Riggs: 3★

Este estava na minha lista há imenso tempo! Estava entusiasmadíssima para ler Biblioteca de Almas porque gostei do primeiro livro desta colecção e adorei o segundo. No entanto, comparando com os anteriores, fiquei com a sensação que este último poderia ter sido muito melhor... Para cada ponto positivo há sempre um «mas» que foi diminuindo o meu entusiasmo em relação à leitura e que me levou a ficar um bocadinho desiludida no final - o livro é bom mas, tendo em conta os anteriores, esperava mais.


Janeiro
Total: 8 livros
O meu preferido: Harry Potter e (…) (este mês li dois da saga e não me consigo decidir por um deles)
O que menos gostei: Rosa Brava
Descoberta do mês: Hermann Hesse


Wook.pt - Por um Fio
★★★☆☆
Comecei o ano na pele de uma mãe de duas meninas, esposa de um homem fantástico mas que não sabe apreciar nem dar valor ao que tem. Decidi ler Por um Fio porque li Anexos da mesma escritora e achei muito divertido. Acabei por descobrir que Por um Fio não tem o sentido de humor que estava à espera, mas não deixei de gostar do livro. Tem uma mensagem valiosa sobre as prioridades da vida, família ou trabalho, e de como pode ser tarde demais quando finalmente percebemos qual delas deve vir primeiro.
Por um Fio é uma leitura fácil e descomplicada com alguns momentos divertidos e outros comoventes, mas sempre com um abordagem pouco profunda e comprometida.



Wook.pt - Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
★★★★★

+
Viajei mais duas vezes no Expresso para Hogwarts e, como era de esperar, adorei!
Há imenso tempo que andava para ler está sabe e uma vez que me ofereceram a colecção completa – ainda para mais nesta edição tão bonita da Presença - não havia por que adiar mais. Recomendo a todas as idades, a imaginação de J. K. Rowling é estimulante para qualquer um! 



Wook.pt - Esta é a Tua Vida, Harriet Chance!
★★★☆☆
Esta é a Tua Vida, Harriet Chance! - Jonathan Evison : 3★

Inesperadamente, meti-me num cruzeiro até ao Alasca com a divertida Harriet de 78 anos que passa em revista (de modo agradavelmente mordaz) as frustrações da sua vida, desde a infância.
Harriet deixou-me a pensar sobre como nos deixamos afastar do nosso eu idealizado na juventude, em como nos vergamos perante as expectativas da sociedade em detrimento das nossas e em como, de repente, damos por nós, sem saber bem como, numa vida muito diferente daquela com que sonhámos vir a ter. 



Wook.pt - O Terceiro Gémeo
★★★★☆
A meio do mês dei por mim enraivecida contra uma entidade de pesquisa genética que levou a cabo, há cerca de 22 anos atrás, e em completo segredo, uma experiência eugénica.
Acompanhando cada passo da Dra. Ferrami, fiquei mais do que intrigada e ansiosa pelo desfecho desta história. Afinal qual o peso da herança genética no nosso carácter (ou falta dele...)?!
Mais uma vez Ken Follett não desaponta! 



Wook.pt - Deambulações Fantásticas
★★★☆☆

Deambulações Fantásticas - Hermann Hesse:  3★ 

O título acaba por resumir o livro: Deambulações Fantásticas.
Este é um conjunto de cinco contos que, embora cómicos e surreais, não devem ver o seu conteúdo menosprezado. Não posso dizer que tenha gostado de todos, mas gostei bastante da forma como cada um deles foi escrita Esta é a minha estreia com Hermann Hesse… e certamente não vou ficar por aqui!



Wook.pt - Adão e Eva no Paraíso
★★★★☆

Já estou habituada a viajar no tempo com Eça de Queirós, mas desta vez fomos um bocadinho mais longe (!)… mais precisamente até ao dia 23 de outubro de 4004 a. C., ao início da humanidade. 
Gostei muito da habilidade com que Eça mistura, sem desacreditar qualquer um deles, os ensinamentos bíblicos e as evidências da evolução; fá-lo sem os desacreditar, sem querer que percamos a fé em qualquer um deles. 



Rosa Brava
★★☆☆☆


Rosa Brava - Robert Coover: 2

A minha primeira desilusão literária do ano já tem nome: Rosa Brava. Neste livro, o seu autor realiza uma experiência interessante: esborrachar completamente as nossas pré-concebidas ideias e expectativas em relação a um conto-de-fadas bem conhecido: A Bela Adormecida.  Mas esta experiência, levada a cabo uma e outra vez sobre o leitor acaba por se tornar repetitiva, aborrecida e perde o seu sentido. 





Wook.pt - Aquista
★★★★☆
Aquista - Hermann Hesse: 4

Acabei o mês numa cómica temporada nas termas com Hermann Hesse. Gostei muito não só pelo conteúdo mas especialmente pela competência com que o escritor partilha os seus pensamentos com o leitor. Embora o bom humor esteja sempre presente, Aquista é um livro que nos deixa a pensar…




Leia mais...

0 Série Miss peregrine | Opinião

Foto de Tempo de Ler.

O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares
Miss Peregrine #1



Wook.pt - O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares
  Uma ilha misteriosa. Uma casa abandonada. Uma estranha coleção de fotografias peculiares. 
  Uma terrível tragédia familiar leva Jacob, um jovem de dezasseis anos, a uma ilha remota na costa do País de Gales, onde vai encontrar as ruínas do lar para crianças peculiares, criado pela senhora Peregrine.
  Ao explorar os quartos e corredores abandonados, apercebe-se de que as crianças do lar eram mais do que apenas peculiares; podiam também ser perigosas. É possível que tenham sido mantidas enclausuradas numa ilha quase deserta por um bom motivo. E, por incrível que pareça, podem ainda estar viva as...
  Um romance arrepiante, ilustrado com fantasmagóricas fotografias vintage, que fará as delícias de adultos, jovens e todos aqueles que apreciam o suspense. 

Autor: Ransom Riggs
EditorBertrand Editora (Maio, 2016)*
GéneroLiteratura Fantástica > Young Adult
Páginas: 344
Original: Miss Peregrine's Home for Peculiar Children (2011)
* Reedição 



Opinião:
Bem, é como se costuma dizer: «não julgar um livro pela capa»...só que neste caso, nem pela imagem da capa nem pelas imagens no interior. «O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares» acabou por não ser exactamente o que eu estava à espera...

O ponto forte deste livro é definitivamente a sua originalidade. As excêntricas fotografias vintage não servem apenas de enfeite, fazem realmente parte integral da história e a sua arrepiante autenticidade confere ao livro um estímulo visual muito apelativo. 

A primeira metade é maravilhosa: fantasia/sobrenatural, ficção histórica, suspense...tudo encaixado numa massa consistente que mistura realidade e pertinências da vida com estranhas fantasias. 

Fiquei agarrada ao livro logo no primeiro instante mas, lamentavelmente, a partir do momento em que a história foi revelada, o meu fascínio pelo livro foi decaindo, principalmente por as minhas expectativas pessoais me apontarem numa direcção mais séria, mais enfermiça e definitivamente muito mais sombria. Confesso que me senti um bocadinho ludibriada pela aparência deste livro. 

Contudo, quando apreciado por aquilo que verdadeiramente é e no género em que se encaixa, é uma leitura interessante e promissora. O tom honesto, simples e bem humorado da narrativa torna a leitura muito fácil e agradável, fluindo a um ritmo bastante rápido. Alguns aspectos podiam ser mais trabalhados mas fica a esperança que estas lacunas sejam preenchidas no próximo livro, já que se trata de uma série. 

Tenho a mesma esperança para o próprio protagonista que precisa claramente de desenvolvimento. Claro que de um pai que vive uma existência inútil e de uma mãe fútil e egocêntrica só poderia sair um miúdo que não vê além do próprio nariz e que se queixa de tudo quando é óbvio que nunca enfrentou dificuldade alguma. Jacob transparece como uma concha vazia de essência contraditória o que é problemático já que ele próprio é o narrador!

Ao contrário do habitual, a personagem principal não cresce ou amadurece ao longo do livro, antes parece que retrocede e perde consistência. Quase como se começássemos a acompanhar um jovem adulto bastante pragmático e acabássemos com um miúdo egoísta. 

Desde bem pequenito que Jacob se delicia com as histórias mágicas do seu avô. 

Órfão de guerra, o avô de Jacob foi levado para um lar de acolhimento no País de Gales. Um «paraíso», como ele lhe chamava, destinado a «manter as crianças a salvo dos monstros». Aqui, viviam também algumas crianças bastante peculiares...Não como o avô de Jacob cuja única e sentenciosa peculiaridade - ser judeu - precisava de ser afastada dos monstros nazis; mas crianças verdadeiramente peculiares cujas particularidades precisavam ser escondidas de outro tipo de monstro...

Fazendo as delícias da inocente imaginação de Jacob, o avô Portman partilha não só as suas fantásticas histórias destes tempo, mas também fotografias onde figuram estes estranhos protagonistas.

Agora com dezasseis anos, Jacob já não acredita em histórias da carochinha...ou pelo menos não acreditava até o seu avô ser brutalmente assassinado por uma criatura que simplesmente não é suposto existir...

Uma viagem ao passado da vida do avô irá mostrar-lhe que a sua vida não era um fantasioso conto de fadas...era uma história de terror...


Cidade Sem Alma
Miss Peregrine #2
  Jacob Portman chegou ao Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares em busca de respostas para a misteriosa morte do seu avô - mas encontrou ainda mais mistérios… 
  Depois de viajar no tempo até 1940, Jacob conhece as crianças peculiares - rapazes e raparigas com poderes sobrenaturais -, e a senhora Peregrine, que toma conta delas e as protege das perigosas criaturas que parecem determinadas a exterminá-las. 
  Quando o lar é destruído e a senhora Peregrine fica em perigo, Jacob, com os seus recém-descobertos poderes, junta-se aos seus novos amigos para tentarem salvá-la. Contudo, as ruas de Londres durante a Segunda Guerra Mundial não são nada seguras para um grupo de crianças sozinhas… 
  A aventura d'O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares continua em Cidade sem Alma, onde Jacob e os seus amigos têm de enfrentar desafios inimagináveis para se salvarem.

Autor: Ransom Riggs
EditorBertrand Editora (Julho, 2015)
GéneroLiteratura Fantástica > Young Adult
Páginas: 392
Original: Hollow City (2011)

Opinião:


Ora aqui está um livro “peculiar”!...


Esteticamente é encantador para todos os que apreciam o livro também como objecto, não deixando o seu conteúdo de nos levar numa viagem para lá de fantástica


Riggs partiu de uma ideia fenomenal para criar uma história maravilhosa, cheia de aventuras e bizarrices, personagens inesquecíveis, viagens no tempo e muitas, muitas surpresas



Neste segundo livro da série, por estar já dentro do assunto, pareceu-me que a narrativa funciona muito melhor, dando-nos oportunidade para apreciar as distintas personalidades das crianças e para nos afeiçoarmos a cada uma delas. 



Tal como o seu avô, Jacob é um destruidor de sem-almas com capacidade para sentir a presença destes monstros à distância. Depois da tutora das crianças peculiares, Alma Peregrine, ter sido transformada em pássaro, Jacob compromete-se a ajudá-las a salvar Miss Peregrine. Assim, o grupo parte numa perigosa aventura que os levará a uma Londres devastada pela Segunda Guerra Mundial, onde monstros humanos e monstros fantasiosos actuam em simultâneo.



Cada uma das crianças põe o seu talento peculiar (sobrenatural) a funcionar para ultrapassar os diversos obstáculos que vão surgindo enquanto conhecem novas personagens pelo caminho, até chegarem à terrível revelação do verdadeiro objetivo dos errantes. 



Além de fazer um trabalho estupendo neste livro, Ransom Riggs encaminha a história numa direção muito promissora, terminando Cidade Sem Alma de uma forma que me deixou a sofrer pelo próximo livro!





Biblioteca de Almas
Miss Peregrine #3
Wook.pt - Biblioteca de Almas  A aventura que começou em O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares e que continuou em Cidade sem Alma chega agora a uma emocionante conclusão em Biblioteca de Almas. Jacob Portman, o herói que viajou no tempo para encontrar as crianças peculiares, explora a sua peculiaridade e descobre um poder até então desconhecido. 

Acompanhado de Emma Bloom, a rapariga que consegue produzir fogo com as mãos, e Addison MacHenry, um cão capaz de localizar qualquer peculiar, parte numa viagem ao passado para tentar salvar os seus amigos peculiares… e o futuro de todos eles.

Autor: Ransom Riggs
EditorBertrand Editora (Fevereiro, 2016)
Género: Literatura Fantástica > Young Adult
Páginas: 424
OriginalHollow City (2011)

Opinião:

É sempre bom colocar um ponto final numa série que se tem vindo a acompanhar e, nesse sentido, fiquei satisfeita com Biblioteca de Almas. No entanto, comparando com o primeiro livro da série (que gostei) e com o segundo (que adorei!), fiquei com a sensação que este último poderia ter sido muito melhor.

Gostei das novas personagens, mas fiquei contrariada porque grande parte dos peculiares nossos conhecidos só entram na história já esta vai a mais de meio, deixando-nos só com Emma e Jacob na maior parte do tempo.

Gostei das fotografias e continuo a adorar a originalidade do livro, mas não achei que estas fossem, na sua generalidade, tão interessantes quanto as dos livros anteriores.

Gostei do encaminhamento da narrativa, mas aborreceu-me que o autor tivesse mudado os alicerces da história (outra vez), o seu objectivo e as intenções das personagens que fazem avançar o enredo.

Para cada ponto positivo há sempre um mas que foi diminuindo o meu entusiasmo em relação à leitura e que me levou a ficar um bocadinho desiludida no final - o livro é bom mas, tendo em conta os anteriores, esperava mais .

frases preferidas:
«ninguém nos pode magoar mais do que as pessoas que amamos» - p. 325

«fazes promessas que é provável que não possas cumprir, e é assim que as pessoas que se amam se magoam» - p. 383

Leia mais...